terça-feira, 9 de outubro de 2012

*Com uma Pena*








Sabes,

tu que és meu amor tanto te poderia dizer e morrer, não quero morrer sem primeiro te dizer o quão feliz estou por te ter!
Com uma pena tanto poderia te escrever, ou simplesmente, acariciar teu corpo de lés a lés sem ter o medo de te fazer desaparecer.
Agora que me deito, deito-me e entrego o meu ser, mas ainda não quero adormecer! Longe, bem longe e tu sabes... eu aqui não pertenço! Vim de longe e para esse longe um dia irei regressar, sem ter pena de pensar que para mim a caminhada estaria prestes a terminar.

Com uma pena, branca e celestial, ponho o meu olhar no céu e eis que começar a delinear cada traço do teu rosto que sempre vejo ao amanhecer.
Sabes, se o vento soprar com ele irei voar e na tua mão deixarei a pena onde deposito uma lágrima, uma lágrima minha, uma lágrima tua e assim sempre te lembrarás de mim ao recordar cada palavra minha, cada palavra tua.
Levar-te-ei comigo, sim, comigo irás e por cá ao mesmo tempo ficarás... porque tu sabes aquilo que eu sei e aquilo que sei... aqui não faço parte, mas serei sempre a flor beijada pela pena que um dia vinda de Marte me resgatou do combate e me fez, tudo isto escrever!





Alexandra Martinho

9 comentários:

  1. Que beleza de texto.

    Dulce Pontes? Boa voz.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estar apenas comigo resulta nisto que acabei de publicar... por vezes, necessito de tempo e espaço para ficar a sós... eu e a Alexandra, a Alexandra e eu... só assim... só assim!

      Eliminar
  2. O amor é um complemento da felicidade. Acredito que o amor não vive sem a felicidade, embora possa haver felicidade sem amor, e que a paixão que tu demonstras sempre que escreves só me faz cada vez mais acreditar que - sim, é agora que eu te devolvo as bonitas palavras que tu me dirigiste - feliz é aquele que te tiver por companheira e triste é aquele que pensar o contrário. Keep the faith.

    E agora poderias, por favor, indicar-me o caminho do céu?

    Um beijo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. http://www.youtube.com/watch?v=VoY6JX6SqoQ

      Eternos Kajagoogoo (repara no título da canção). :)

      Eliminar
    2. Fire,

      o caminho para o céu está no interior do teu coração. Como já te disse as minhas palavras não foram ou são apenas bonitas, são uma verdade! Não deves nem podes ter medo daquilo que vês no espelho, deves ter medo do espelho que os outros fazem de si mesmos para reflectir em ti... percebeste a ideia? 

      Sempre achei que mais que um dom, tinha e tenho uma missão muito bonita neste mundo!

      Obrigada eu, pelas tuas palavras e pela música!

      Beijinho!

      Eliminar
  3. Kajagoogoo: 'White Feathers'
    Já não me lembrava disso, FireHead.

    ResponderEliminar
  4. Uma Pena Alexandra?
    Não adormeças, sonha. Mas não vás ainda para Marte, viu? Fazes falta por aqui.

    Bela voz a da Dulce Pontes.

    Beijinho

    ResponderEliminar
  5. A pena tem mais força do que a espada! :) Bjnhs

    ResponderEliminar

Façam do meu espaço o vosso espaço, ousem comentar... eu ousarei responder! :)