sábado, 17 de novembro de 2012

*Enfrentar é Curar*









Momentos há em que necessitamos exteriorizar todo o veneno que corrói a alma, nessa altura enfrentar é o passo indicado, o caminho abençoado para se encontrar a cura. Deixem que doa, porque quanto mais doer mais os vossos olhos conseguirão ver!


Namasté!




Alexandra

10 comentários:

  1. Excelente combinação texto, imagem vídeo. Adorei!

    Adenda:
    Se me permites, queria deixar só um pequeno mas importante esclarecimento. Relativamente áquela troca de comentários de há pouco, eu estava a brincar contigo, de facto não existe ninguém, nem nas américas nem por cá. Não porque a oferta não seja muita, de facto é e bastante, mas por opção minha, prefiro estar assim, sózinho.

    Beijinhos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lynce,

      cada vez mais são aqueles que estão sozinhos por opção. Ainda assim, digo-te uma coisa, se o teu problema continuar deves procurar um endocronologista ou sexologista. Não devemos andar frustrados, nem tão pouco preocupados com questões de fácil resolução! Quanto ao número de parceiras, há coisas que eu percebo, mentiras mesmo que inofensivas é uma delas! :) Mas ainda assim nada impede que isso aconteça, desde que a pessoa em causa se sinta bem!

      Para mim há muita coisa que não consigo encaixar e para mim um relacionamento amoroso deve ser somente a dois... só assim podemos apreciar e degustar a verdadeira força do amor!

      Continua o teu caminho e que seja de felicidade!

      Beijo!

      Eliminar
  2. Enfrentar, é isso. Muitas vezes, por muito que nos custe acaba por ser o melhor remédio, a meu ver.

    Alexandra dear, conheci o teu blogue aquando aquele desafio lançado pelo Gonçalo e não me arrependo. Escreves tão bem. :)

    P.S.- Já agora, adoro o nome Alexandra. :) :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Olivia,

      Alexandra significa protecção da humanidade! Também adoro o meu nome e quando o ouço toda eu "tilinto" por dentro! :)

      Obrigada por gostares deste meu espaço,

      beijinhos!

      Eliminar
  3. Exteriorizar é saudável, sim, mas com moderação. Não sou apologistas dos fala-barato que se julgam no direito de ferir os outros só para "descarregar".
    Um beijinho, Alexandra

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Miú,

      nem eu sou apologista de fala-baratos, sou apologista da exteriorização de sentimentos positivos ou não, o importante é exteriorizar para curar e avançar... porque o tempo não pára!


      beijinhos!

      Eliminar
  4. Muitas vezes exteriorizaro o que temos dentro nem sempre e facil.o que pensamos que deve ser bom para nos proprios sera visto por alguns como um sinal de fraqueza .Mas guardar um mal que nos causa tanta dor e angustia prefiro deita-lo fora para que nos liberte desse mal e possamos ser felizes .Beijo Alexandra

    ResponderEliminar
  5. Enfrentar a besta de frente segurando-lhes os cornos, como se diz. Nada como encarar a realidade e aceitar a vida tal como ela é, custe o que custar e doa o que doer. Antes assim que viver refugiado num mundo que não existe. :)

    ResponderEliminar
  6. Faz mesmo falta saber aceitar e exteriorizar a dor. :')

    ResponderEliminar
  7. Há caminhos de arame farpado feitos (como referiu há tempos a AC) que só nós podemos traçar e fazer, é bom ter apoio, é muito bom ter um abraço amigo, mas a nossa cura depende de nós, mesmo quando as nossas dores são provocadas por terceiros, o caminho de cura é feito por cada um.

    Aprendi isso da pior maneira, mas aprendi :)

    Beijinhos

    ResponderEliminar

Façam do meu espaço o vosso espaço, ousem comentar... eu ousarei responder! :)