quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Poema de Amor














Quero escrever um poema de amor…
Que fale de ti,
de nós...
Penetrar em teu coração
Segurar forte a tua mão
e em teus olhos dizer...

Sem ti,
não posso viver...


Fernando Jesus









É teu este poema, como é teu o meu coração, o meu amor. Engraçado como o tempo passa, engraçado como juntos fomos crescendo e amadurecendo. Lapidando o nosso sentimento de união com carinho e devoção. 
Chegaste à minha vida quando menos esperava, quando tu menos esperavas e pediste que te lesse os poemas... eu li, vi-te, senti-te, chorei e o meu coração apertado ficou... eras tu, mas tive medo, medo de que fosses uma miragem e que o tempo te levasse. Tinha medo de me entregar e de acreditar... tu ficaste e vieste para me conhecer. Não me esqueço, aquele homem grande e envergonhado que descia o santuário de Fátima (estou a sorrir só de lembrar), óculos de sol da prada, camisa preta, calça de ganga e as sapatilhas pretas e brancas que tanto gostamos. Naquele momento tudo parou, por momentos ficámos só eu e tu, tu e eu e muita purpurina no ar, nada mais... a multidão daquele dia tinha-se esfumado e aí demos o nosso beijo, o meu primeiro beijo dado nos lábios de outro alguém... foi mágico, pleno, foi o nosso momento e as borboletas na barriga não paravam. Eras e és simplesmente lindo!


Uma das músicas que me dedicaste e que marcou o meu ser, foi ... 


dizias que tudo tinha haver contigo e comigo também, é verdade! Viemos dum caminho distinto, mas "sangrento", carregado de sofrimento, amargura, dor... quem me dera que tivesses vindo mais cedo, quem me dera ter chegado mais cedo.
Foi demais não achas? Eu acho que sim, foi demais para mim, para ti... agora estamos juntos e eu sei que sou uma chata do pior, que amuo, que me magoo com facilidade...mas atrás de mim está toda uma vida que me deixou marcas tão profundas e vincadas que eu não quero por nada que o tesouro que possuo desapareça. Tu és o meu tesouro! Pelo bem estar daqueles que amo faço tudo. Tu sabes que não me encaixo neste mundo, apenas no nosso mundo... mas tu disseste algo que me fez pensar, o mundo não é um rectângulo perfeito com quatro cantos, o mundo é redondo sem horizonte, sem cantos e o nosso amor é isso... vai além do horizonte!

Estive anos sozinha por escolha, porque amar requer maturidade, disciplina, humildade, serenidade, perseverança... amar é um dom que todos nós possuímos, mas que poucos sabem usar. és o meu primeiro amor, o único homem que existiu em toda a minha vida e contra factos não há argumentos. 

Escrevo tudo isto porque neste blogue existe o meu afecto, o mundo dos meus afectos, e ao mundo não receio dizer o quanto te amo... sim isto é uma declaração de amor, porque a mereces... porque a minha admiração por ti não tem fim, porque és tudo para mim muito além da compreensão do comum dos mortais. Desculpa se por vezes faço asneiras, obrigada por me saberes guiar, por teres aberto aquela porta dourada que julguei nunca ser aberta para mim. Obrigada, sim amor, estou a chorar... de felicidade! Tens inspirado a minha vida e eu a tua... não preciso nem gosto de bajulações, apenas necessito da tua verdade e daqueles que me amam. É bom olhar para trás e ver tudo aquilo que já construímos, é bom olhar para o lado e ver como sentir que estás comigo. Este blogue foi criado pelo teu incentivo, com o teu incentivo, porque desde sempre que acreditas na minha capacidade de levar a palavra e tocar os corações dos demais, aliás tu sabes o potencial que possuo... Tal como em alguns textos a tua vida é inspiração para mim, nos restantes em todos aqueles que são quentes e sensuais a nós dois inspirados são.

Lembras de quando fomos este ano à serra da Estrela, nunca lá tinha ido e até nisso foi a minha primeira vez, contigo! Ao subir a torre lá ia eu agarrada à tua perna e à porta do carro com medo de cair?! (risos) E no restaurante de cozinha michelin, do museu do pão, tu implicavas por eu usar a faca do lado esquerdo para cortar a comida e não do lado direito (até nisso sou diferente)... o amor é mágico e apesar de fazer cara de rezingona, por dentro quando implicas comigo nestes aspectos eu rio... é impossível não rir, porque tudo vindo de ti é, nem sei bem explicar.

Vou-te dedicar a música que mais fala sobre nós, que mal interpretada foi por muitos... mas só nós é que sabemos, só nós é que percebemos a verdade que existe não somente na melodia, como na letra. Ao mundo eu digo, a Deus prometo vou-te fazer o homem mais feliz do mundo, vou-te dar a família que sempre sonhaste ter, verás nossos filhos crescer e orgulho irei ter de os ver teus ensinamentos receber... amar-te-ei até ao fim dos meus dias, somos nós e só nós é que seremos aquilo que queremos ser... é bom ter alguém tão igual a nós não é? 

Vou-te dizer aquilo que sempre quiseste ouvir, obrigada não por aquilo que me proporcionas, mas sim pelo ser e homem maravilhoso que és!


Um beijo para ti, um beijo para todos

Fica a música... com amor, porque simplesmente eu, amo-te!





hoje assino,

Alexandra Maria de Jesus

12 comentários:

  1. O amor é bonito e forte apenas por existir e por ser verdadeiro. Ainda por cima com o santuário de Fátima como palco e Deus como testemunha, o namoro já começou abençoado. Ainda por cima com o nome Jesus como apelido, não pode mesmo enganar. :)

    Enquanto lia o que escreveste não consegui deixar de pensar também nos momentos mágicos de amor que eu tive, momentos esses que já pertencem aos tempos de outrora, feliz ou infelizmente, mas por momentos senti-me como se estivesse também a amar e a ser amado. Algo que eu não sei se se repetirá ou não, mas a vida também não vai parar nem o mundo vai deixar de dar as suas voltas por causa disso...

    Haja sempre alegria e não será por causa do Casal Garcia... mas sim porque há amor e o amor triunfa.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  2. Dar sem esperar receber essa é a tua dádiva!
    Que sejam felizes.
    Merecem

    ResponderEliminar
  3. Alexandra Maria

    Ficas proibida de escrever. Estou farto de ler grandes trabalhos literários.
    Em alternativa - quanto à minha proibição - tens que aceitar a publicação de todos, ou quase, os teus escritos.

    A bem da ... ia a dizer Nação mas, com tenho ABS travei. E digo a bem da humanidade que gosta de (te) ler.

    Beijinho

    ResponderEliminar
  4. É um post muito intimista. A quem é dedicado deve ler e ver
    com toda a atenção. Beijinhos
    Irene Alves

    ResponderEliminar
  5. Muito interessante a forma como descreves cada momento ,com a ternura do amor por alguem que contigo partilha esse momento magico de amor que transborda do teu coraçao.Espero que sejam muito felizes e que os sonhos se realizem ,beijo

    ResponderEliminar
  6. Felicito-te, Alexandra, por teres encontrado uma alma gémea que, como tu, preza as letras!
    Felicidades

    ResponderEliminar
  7. Amor em tempos de pedra, é sorte, é dádiva. Bonita a homenagem rendida!

    Beijo e felicidades!

    ;)

    ResponderEliminar
  8. Perante esta lindíssima declaração de amor, só uma palavra :

    PARABÉNS!

    Beijinhos emocionados

    ResponderEliminar
  9. Cinco letras…
    Cinco pontas de cadente perdida na aurora
    Na loucura de alguns instantes escrevo
    Descalço vou adiante num ir longe, embora

    Solto das mãos murmúrios sussurrantes
    Do basalto explode um bando de pombos bravos, alguns negros
    Há um livro branco apenas com a palavra ausência
    Há uma carta de marear para um rumo de mil segredos

    Flores de solidão crescem em pedaços de fria lava
    Um espantalho saltou-me do bolso a remexer
    Uma sombra desceu a janela e tocou-me
    Cerrei olhos para sentir o que não queria ver

    Luminoso fim de semana


    Doce beijo

    ResponderEliminar

  10. Belíssima declaração! Assim, simples, emotiva, madura.
    Parabéns e obrigada pelo que nos dás!

    Beijinho, Alexandra

    Laura

    ResponderEliminar
  11. Uma dedicatória que respira amor :) Consegue sentir-se deste lado sabes? Que sejam muito felizes sempre!

    Beijinhos

    ResponderEliminar

Façam do meu espaço o vosso espaço, ousem comentar... eu ousarei responder! :)