terça-feira, 1 de janeiro de 2013

*Este é o dia e assim começa a jornada*







Este é o dia, este é o momento em que um novo capítulo começa, em que o velho se guarda e esquece no fundo de uma qualquer gaveta de recordações que em breve ficarão cheias de pó.
Não queiram recomeçar, recomeçar implica emaranhar o velho com o novo e isso nada de bom atrai. Não pedi nada para este novo ano, apenas solicitei no meu pensamento o desabrochar da intuição para todos aqueles que me são próximos... simplesmente isto, intuição.
A intuição é uma característica inata do ser humano que nem todos usam, que nem todos ouvem e assim vão tropeçando nas "víboras" disfarçadas de boas intenções ou nos "leões" prestes a devorar um naco de carne daqueles que demonstram fragilidades.

Não olhem para aquilo que acontece seguindo e acreditando apenas no visível, o visível tantas vezes camufla a verdadeira intenção, a verdadeira razão. Por isso, eu digo, "não me enfiam Lisboa pelos olhos dentro, nem me fazem comer o pão de iguarias que o Diabo amassou"... Percebem agora o porquê da intuição? Não peço nada por acaso, nem ao acaso e acreditem, a intuição é uma poderosa arma que todos podem usar para o bem, para a felicidade, para erradicar o que não faz falta e os assaltos do ego que tanto anseia por uma massagem.

Quero dizer que estou bem, feliz, que o último fim de semana de 2012 foi para mim, na verdade, o primeiro deste novo ano, onde finalmente consegui atingir, activar e levar comigo aquele que mais amo... mostrei a outra realidade, aquela em que vivo, aquela para a qual fui feita para viver e onde sou feliz, onde todos podemos ser felizes sem sacrifícios... sem medos!

Tenham coragem, a fé de dizer não às tentações do passado, não sacrifiquem o vosso presente, a vossa saúde espiritual... passado é passado e lá deve ficar. 
Não encarem o fim de um relacionamento como uma evidencia quando a mesma não faz sentido, saiam da vossa zona de conforto e partam em busca das verdadeiras razões tantas vezes ocultas.

Estou do outro lado do abismo, incondicionalmente entreguei-me ao meu caminho e dei um salto de olhos vendados para não ver as sombras, nem a escuridão. Não temam, que eu também não temi. A vida não é uma gelatina instantânea, por isso, não se deixem comer, devorar por deslumbramentos não condizentes com a vossa alma.

Este é o primeiro texto do ano que significados escondidos tem, por entre as linhas, por entre as palavras. Sentidos, emoções, abram as portas do vosso coração...

This is day, let's start from here create another world with diferent hands! 



Com esta música desejo a todos um bom ano...


Namasté

Alexandra Martinho

13 comentários:

  1. Não sei se começa um novo capítulo ou se continuamos com o capítulo velho!

    Mas vamos ter esperanças.....

    Beijinho e um Bom Ano

    ResponderEliminar
  2. Desejo-te um ano de renovaçao ,cheio de esperança ,que Deus ilumine sempre a tua vida ,beijo

    ResponderEliminar
  3. Querida Alexandra,

    foste clara como a água, pena que aquilo que escreves não chegue a todos. Focaste algo importante, deixar o passado no passado.

    Faço uma questão de que nos serve trazer pessoas, acontecimentos, atitudes e palavras do passado para o presente? Se no passado tudo isso não nos serviu, causou sofrimento, porque é que caímos no erro desgraçado de "dar corda" ao que a nossa alma sabe ser inútil e apenas ser rasteiras das sombras? (para não dizer do Diabo)

    Somos burros, ingénuos ou recusamos encarar os factos? O ego, maldito ego!

    E sim, poucos, muitos poucos usam a intuição. Acredito que o mundo seria melhor se cada ser humano usasse a intuição no seu dia-à-dia, não sofreria por certo tanto quanto sofre ou faria sofrer, nem tão pouco se deixaria deslumbrar por palavras ou "sinetas" bonitas como se uma lavagem cerebral lhes fizessem.

    Creio que toquei no ponto do teu texto e a idade permite-me dizer isto: enfrenta com a tua luz a sombra, não deixes que ludibriem aqueles que tanto amas e se estes ficarem aborrecidos contigo por veres além, por veres o "invisível", não te importes porque a vida e Deus estará sempre do teu lado.

    Continua a viver a vida com toda essa paixão e entrega!

    Um beijo e bom ano, querida.

    Constança Sá da Bandeira

    ResponderEliminar
  4. A Intuição é uma ferramenta fundamental na nossa vida.

    Feliz 2013!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Olá, Alexandra. Li, concentrada, o texto. Questionei-me se não seria um texto direto para mim.

    Tens razão não há recomeços. Apenas inícios e a intuição como bússola.

    Beijo e um Bom Ano!

    Laura

    ResponderEliminar
  6. Olá Alexandra,

    Gelatina instantânea e intuição...
    Fiquei a pensar.
    Também fiquei a pensar no "passado é passado" e no comentário da Constança Sá da Bandeira.
    Vou passar mais vezes por aqui para ler este texto, por agora um abraço grande e Bom Ano

    (Neste momento a intuição diz-me que deveria continuar acreditar nas estrelas e nos finais felizes, mas também já acreditei em anjos...)





    ResponderEliminar
  7. Alexandra,

    este texto tocou-me pela veracidade das palavras, pelo sentimento, honestidade, humildade em cada linha. Passado, presente, relacionamentos, ego, intuição, luz, sombras são as principais palavras chave que podemos encontrar.

    Num momento tenebroso e crucial da minha vida procurei ajuda, primeiramente emocional e depois espiritual. Com os anos percebi que nada me satisfazia, por mais condições materiais que tivesse faltava saúde à minha alma.
    Não tenho vergonha em dizer que sofri e fiz sofrer, não tenho vergonha em dizer que chorei este mundo e o outro. Tenho orgulho em dizer que estou vivo e enterrei com luz todo um passado que me consumia. Entreguei-me ao presente, abracei sem medos a única mulher que realmente sentiu e viu, aceitou todo o meu ser ajudando-me a evoluir, a ser um homem melhor.

    A todos nós a tua mensagem algo tem a dizer, és mais que mulher, um misto de energia angelical com que aquele traço dócil e maternal que aquece o coração, que nos faz sentir protegidos e abraçados mesmo que fisicamente não estejas perto.
    Em cada texto revelas com paixão, um pouco de ti, um pouco de nós. Colocas sem medos o dedo na ferida e este foi mais um desses momentos.

    Ouso definir-te desta forma "Imaculado coração de Maria", sendo abençoados todos aqueles que te amam e te educaram. Quando o teu dia chegar a terra irá chorar, pois o "pássaro azul" voltou para junto de Deus!

    Quem te ouvir, quem souber te amar será eternamente feliz!

    Namasté!

    ResponderEliminar
  8. "As pessoas têm de perceber que ou descobrem para onde vai o universo, ou irão viver experiências traumáticas. Ir para onde o Universo se dirige é uma meta ecológica. O importante é que faças o que tens a fazer segundo a tua energia original e eu sei, tu sabes, que nem sempre o fazes. Se vivesses segundo a tua energia original não terias perdas, nem traumas. Embora o contrário faça bem, tu podes e deves evoluir sem choques emocionais intensos, sem traumas, sem perdas. O passado, de que te serve o passado afinal? Se no passado algo te fez sofrer e hoje a tua vida é luz, porque abres novamente as portas para o passado?  Porque insistes em atrair densidade, afastando-te de mim e daqueles que conhecem a tua essência?
    Basta que me ouças, basta que te ouças

    Jesus" 

    Alexandra,

    com esta mensagem agradeço as tuas palavras para todos nós e sim és como um pássaro azul! Sei, sinto que Deus está presente na tua vida.
    Faço das palavras do Gustavo as minhas, quem te ouvir, quem te souber amar será eternamente feliz!

    Beijinho!

    ResponderEliminar
  9. Não podemos mesmo temer. A vida quer-se livre, solta, sem amarras.

    ResponderEliminar
  10. Permite-me que te deixe uma música que ao ler o teu texto me veio à memória, e que refere bem "O passado já lá está"...

    Espero que gostes

    Jorge Palma - O Centro Comercial Fechou

    Beijinhos e um bom ano :)



    ResponderEliminar
  11. Amiga, fico feliz por ti! Estás a atravessar um período feliz e estás a aproveitá-lo bem!
    A intuição é tantas vezes desvalorizada e é ela que nos define.

    BOM ANO!

    beijinho

    ResponderEliminar
  12. Interessante o que nos conta!

    Intuição é como um "sexto-sentido" que por vezes se transforma numa espécie de dom, adquirido ao nascer.

    Existe sim!E por vezes nos deixamos enganar porque a colocamos de lado e nem a queremos sentir...e perdemos!

    Gostei!

    maria Luísa

    ResponderEliminar
  13. Que assim se prolongue neste novo ano, que desejo feliz!

    Um beijo

    ResponderEliminar

Façam do meu espaço o vosso espaço, ousem comentar... eu ousarei responder! :)