quarta-feira, 27 de março de 2013

*Apetece-me dizer*








Eu sei... sei que deixei de escrever por estas bandas há algum tempo, mas confesso que a vontade de publicar desapareceu, já a de escrever nem por isso. Durante este período escrevi algumas notas, textos pessoais que poderei ou não aqui deixar.
Ontem pela primeira vez ouvi uma música que me fez parar no tempo, parar o tempo e as lágrimas correram em fio sem cessar... deixei-me levar, embalei-me pelo choro que limpou a minha alma de angustias, de tristeza que começava a sufocar o que de mais de importante em mim existe, o meu coração!

Apetece-me dizer até sempre, apetece-me dizer até nunca mais... 

Agora, agora que paro para sentir, sinto que somente eu, que somente eu tenho o perfeito entendimento de mim e tudo o resto não passa de pura Utopia. Estarei a ser cruel? Não! Apenas com o tempo, com os anos constatei que todos, sem excepção, vivem no interior do seu próprio mundo onde somente eles importam e tudo o resto se estiver está, se não estiver... estivesse!

Ontem alguém disse para mim estas palavras: "és um sonho maravilhoso de ser sonhado e vivido..."  Eu, apenas sei, sei que sei que sou aquilo que sou e somente a Deus satisfações devo!


Desejo a todos a continuação de uma boa noite de quarta-feira!


Alexandra Martinho




(esta música é um convite que faço a cada um de vós para uma viagem ao coração, ao sentir, ao entender...)

8 comentários:

  1. Alexandra,
    Já tinha saudades tuas, já. E não nos vais deixar, não. Vais continuar aqui porque fazes falta.

    Beijinho e uma boa Páscoa

    ResponderEliminar

  2. Então, Alexandra? Isto não se faz! Desapareceres assim!

    Ergue-se a cabeça, amordaça-se o coração, enxugam-se as lágrimas e depois (escreve quem sabe) continuamos, com aquele sentido de estar, que só nós próprias sabemos que existe.

    Beijo e um abraço (apertadinho)

    Laura

    ResponderEliminar
  3. Quando reconhecemos que as nossas folhas tocam os céus passamos a amar regando nossas raízes! abraços

    ResponderEliminar
  4. Sabes, nesta altura do ano a energia está sempre muito forte e é sempre uma energia que obriga as pessoas a olharem para si e a interiorizarem. Este ano, essa energia está associada a uma lua cheia que nos está a obrigar a sermos apenas nós. A amarmo-nos.
    O que estás a passar é só uma consequência do que o Uiniverso está a porpor a todos nós. ;)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Entao Alexandra? Sabes que tambem preciso da tua energia?
    Espero que o sol volte em breve para te iluminar a alma e o rosto
    Bjnhs

    ResponderEliminar
  6. Ola Alexandra,

    É só para desejar uma Santa Páscoa e dizer que não é bem assim, este texto?
    Tu preocupas-te e tu és necessária por aqui.

    Abraço grande

    ResponderEliminar
  7. Alexandra
    No te vas.

    Boa Páscoa.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Todos nos temos esses momentos ,mas concerteza a alegria de poder partilhar cada postagem nos dara um novo alento de que tanto precisamos para continuar escrevendo tao deliciosamente como voce escreve ,muitos beijinhos

    ResponderEliminar

Façam do meu espaço o vosso espaço, ousem comentar... eu ousarei responder! :)