segunda-feira, 11 de março de 2013

* O Essencial *





Num sitio não muito longe daqui existia uma realidade diferente, um mundo dentro de outro mundo que encantado não sendo, resplandecia de uma luz que somente o amor verdadeiro consegue emanar.Ele e ela, ela e ele não eram somente carne, eram almas... almas companheiras que mais do que amantes representavam o verdadeiro elo da amizade que suporta ventos e tempestades sem quebrar. O céu era azul, o sol brilhante, mas os olhos dela viam aquilo que ninguém conseguia ver, a escuridão que destruía a pureza das pequenas coisas que de tão singelas faziam lágrimas cair.

Ele não sabia, mas a cada dia que passava um pedaço dela morria... a casa luminosa onde viviam de paredes outrora brancas restavam apenas sombras, de um jardim repleto de rosas brancas e margaridas surgiu um campo seco e minado de ervas daninhas que revelavam de forma descarada o abandono. 

E ela, o que era feito dela? E ele, o que era feito dele? Bem, ela sucumbiu a tristeza e partiu, partiu daquele mundo, deixou aquela realidade e foi ter com o "pai". Mas o corpo ainda existia, estava no bosque sagrado, velado pelos animais que aguardavam o seu despertar. As faces rosadas, o vestido branco, os cabelos cuidados e penteados evidenciavam a presença... evidenciavam que a esperança de um dia regressar continuava apesar do sono tão profundo. Faltava-lhe somente o essencial, aquilo que os olhos não conseguem ver, mas o coração sente... o oxigénio do amor! 
Ele... ele perdido andava por entre lágrimas e batalhas que corroíam a alma, que ofuscavam a luz do ser. Tinha deixado de ser para parecer, o mesmo parecer que lentamente a matou, o parecer que lhe retirou oxigénio e liberdade, o parecer... o parecer que alimentou e alimenta as ervas daninhas do jardim que era apenas deles.
E os animais, os animais continuavam a sua vigília sincera à espera que o cavaleiro perdido agarrasse na armadura reluzente e num sopro de frescura a trouxesse de volta à vida!

Quando deixarmos este mundo Deus não irá perguntar o que tivemos, ou se fomos como fulano e beltrano. Deus apenas irá perguntar se respeitámos o eu e vivemos de acordo com ele ou se retirámos a Glória de outro alguém por causa da inveja!



Um bem-haja a todos e boa semana!

Alexandra Martinho

Ah... já esquecia, deixo uma música que ilustra perfeitamente o que quero transmitir.



7 comentários:


  1. Irá perguntar mais coisas para as quais não temos resposta. Estigmas de estigmas...

    Beijo e uma boa semana.

    Laura

    ResponderEliminar
  2. O essencial minha amiga é viver respeitando o eu e o outro.
    Por isso definhamos quando tudo à nossa volta nos suga essa pureza, essa luz.
    Mas tenho a certeza que a justiça será feita, neste ou no outro mundo.
    Beijinho comovido

    ResponderEliminar
  3. Faço-me muitas vezes esta pergunta - se tudo o que construímos por aqui, termina aqui!? Se existe algo para além disto? Desta nossa passagem por estes lados.

    Texto tranquilo. Gostei.

    Beijinho Alexandra e uma boa semana.

    ResponderEliminar
  4. Este mundo...
    O principezinho também sabia.
    Outros sabem.

    Abraço grande, Alxandra

    ResponderEliminar
  5. Como catolico acredito que Deus nao julga ninguem pelos seus atos neste mundo ,logo nao havera nada a perdoar,porque acima de tudo Deus e amor .Nos seres humanos temos que aprender aceitar as diferenças dos outros ,respeitar os nossos limites como os dos outros ,saber ouvir e fundamental ,estender a mao e crucial para fazer a diferença ,que por mais pequena que seja podera ser enorme para quem nada tem ,amar acima de tudo o proximo como a nos mesmos . Acredito que o amor pode fazer a diferença na nossa vida ,acreditar nele e fundamental para voltarmos a valorizar tudo que dele sai ,pois infeliz daquele que apenas vive na escuridao pois no seu coraçao apenas existe amargura de tanta tristeza .Muitos beijinhos

    ResponderEliminar
  6. O verdadeiro amor é um diálogo de almas...
    Um beijinho

    ResponderEliminar

Façam do meu espaço o vosso espaço, ousem comentar... eu ousarei responder! :)