sexta-feira, 22 de novembro de 2013

'O Espelho da vida'











A vida é um espelho que reflecte a todo o instante o lado puro ou sombrio daquilo que vivemos internamente. As situações exteriores que se desenrolam e que constituem o nosso campo de vivências são projecções recalcadas do nosso inconsciente, materializadas através de emoções ou pessoas. 
Ao sermos dotados de intuição e inteligência, será que observamos os diversos eventos da vida por que passamos com a devida atenção? O que aprendemos? Até que ponto não embrulhamos passado e presente?
O ser humano tem a inata capacidade de se auto-vitimar e acomodar perante o que lhe acontece, age quase que de forma despreocupada e negligente até ao momento em que o "deixa andar" deixa de funcionar.

Vejamos este exemplo: Como são as nossas relações com figuras de autoridade? Não será que elas espelham a nossa autoridade interna e primeiros contactos com figuras de autoridade? Como nos relacionamos com os nossos parceiros amorosos e sexuais? Até que ponto não são eles o espelho das nossas visões infantis de relacionamentos íntimos observados através dos nossos pais?

São estas e outras questões que raramente nos propomos a formular, continuamos a brincar com a vida e não nos dispomos a olhar com humildade para o espelho que temos diante dos olhos todos os dias.

Somos cegos, cegos de nós mesmos e negligenciamos as diferentes partes que perfazem o nosso todo.

Um beijinho e um bom fim-de-semana a todos!





Alexandra

sábado, 16 de novembro de 2013

'Rame-rame do Costume'






Por aí algo se perde, qualquer coisa que fica por dizer, por fazer e parecendo que não, lentamente, o coração entra num labirinto que o afasta do verdadeiro lar.
Não existem minutos, suficientes, para que os olhos observem sossegadamente aquilo que os cerca, não há tempo ... o vazio que turva o sentimento, o costume de estar acostumado ao rame-rame com que se blinda a vida. Tudo parece enfadonho e os rostos que não mais se olham são os mesmos que tarde ou cedo para sempre se afastam. 
Qualquer coisa de estúpido, de infame acalenta a civilização das ruínas onde a mais mortífera das doenças lentamente seca a alma. 
No rame-rame do costume todos fazem o mesmo, praticam e conjugam alegremente o verbo derrotar porque tudo é uma questão de competição.
Esqueceram a finalidade, deixaram de questionar, caminham... simplesmente caminham por aí como autênticos moribundos.

Recusar a mudança é esquecer a finalidade de viver. Esquecer de olhar e alimentar o sorriso de quem se ama é entrar nas sombras da falsa garantia de que tudo está garantido. 
Olha... um simples olhar basta para purificar a tua vida. Não esqueças quem te ama, olha-a nos olhos porque a pessoa que um dia amaste ainda existe. Observa atentamente cada evento que vivencias e não chores pelo que já não tens porque poderás vir a chorar por aquilo que acabaste de perder de tanto chorares pelo que já foi e não te pertence mais.
O diluvio ao homem retirou aquilo que este pensava ser seu, mostrou que humildade e coragem são ferramentas necessárias e próprias da finalidade de manter presente aquilo que é fundamental, um coração purificado e livre.


Um beijinho e um bom fim-de-semana a todos!









Alexandra


sexta-feira, 1 de novembro de 2013

'Reflexão E Ponderação: O Melhor Caminho'







Algo paira no ar e não é de hoje, nem de agora que o sinto. Os acontecimentos externos são como uma flor, acontecem no tempo certo, na medida certa para algo transmitir. Quem com eles algo aprende evolui, quem não aprende na teia se prende. 
Uma quanta tristeza invadiu o meu coração e, sinto, sinto que é tempo de quietude, contemplação e espera. 
Volto-me para dentro, uma viagem ao centro de mim, ao espaço solitário onde tudo penso, onde tudo acontece. Faz sentido parar para observar, sair desta pele e com um novo olhar observar cada situação... perguntar ao céu - vale a pena o desgaste?
Como anteriormente escrevi, gosto de ter tempo para ter tempo para mim, algo que desapareceu nos últimos tempos e faz-me falta.
Dentro do meu peito, somente neste peito tenho as respostas.



Quero a todos desejar um bom fim-de-semana!







Alexandra