domingo, 31 de maio de 2015

Don't stop me now




Decorreu uma semana de intenso trabalho em que o calor não deu tréguas e em que os prazos de entrega da framboesa que produzo não me deixaram dormir. O cessar fogo está longe de acontecer e eu estou pronta para esta dura batalha. A batalha de viver num país onde escasseiam meios e vontade alheia para trabalhar bem.
Estou cansada. No entanto, somente irei parar quando ver tudo como desejo. 

Cada vez tenho mais certeza que atribuição do meu nome não foi só porque sim, por ser bonito. Tinha mesmo de ser...



Don't stop me now... because I won't stop



4 comentários:

  1. Trabalho árduo querida amiga ,desejo-lhe uma semana cheia de felicidade ,beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Who's gonna stop you my dear friend?
    Kisses

    ResponderEliminar
  3. Ora nem mais, Alexandra. Esta sua frase é sinónimo de mulher de fibra: "No entanto, somente irei parar quando ver tudo como desejo."

    Beijinho e bom trabalho :)

    ResponderEliminar
  4. Muita força para continuar a enfrentar essa batalha que tem pela frente.
    Um abraço e bom fim de semana

    ResponderEliminar

Façam do meu espaço o vosso espaço, ousem comentar... eu ousarei responder! :)