sexta-feira, 25 de setembro de 2015

'Conhecer pessoas profundas e cheias de vida às costas dá muito trabalho!'






Conhecer pessoas profundas e cheias de vida às costas dá muito trabalho! Assusta! Amedronta! Amedronta aqueles que não se querem dar ao trabalho de conhecer pessoas reais. Reais com realidades sem floreados. A realidade que mete medo porque, afinal, por detrás de tantas máscaras existe vida. Aquela vida que poucos ousam viver e, assim, abrir o peito a todos os acontecimentos oportunos e inoportunos que possam vir a ocorrer. 

Hoje, é tudo tão efémero. Nunca se está realmente bem. Falta sempre algo, um algo que não se consegue explicar bem ao certo o que é. Uma constante busca. Uma constante necessidade de determinar metas que à partida são já a confirmação de um autêntico marasmo.

Não há tempo para estar, ouvir, sentir. Não há tempo para viver a vida tal e qual como ela é. Por isso, não é de estranhar que conhecer pessoas profundas e cheias de vida às costas dê muito trabalho. 
Sou pequena, sou tão pequena ainda e já tenho nas minhas costas tanta vida. A vida de ser vida, a vida de estar e viver assim como aceitar o que ela tem para me dar. Com menos ou mais rabugice vou caminhando e aceitando, superando-me dia após dia e tendo a certeza de que estou na estrada correcta. 



Bom fim-de-semana




Alexandra



1 comentário:

  1. Lindo momento ,desejo-lhe um lindo fim de semana ,beijinhos felicidades.

    ResponderEliminar

Façam do meu espaço o vosso espaço, ousem comentar... eu ousarei responder! :)