sexta-feira, 18 de setembro de 2015

"Estas fotos levaram o Facebook a banir fotógrafo"





O fotógrafo profissional Michael Stokes foi banido do Facebook após publicação de algumas fotos do seu mais recente livro. Para os administradores do facebook as fotografias publicadas violavam os requisitos ou as regras bases da rede social e, por isso, as mesmas foram censuradas e o autor banido.

Para Stokes fotografar é uma paixão e a mensagem que pretende veicular em cada trabalho é de que o homem e a mulher não são meros objectos de uma sociedade que valoriza quase que obscuramente o culto do corpo. O que nos leva a reflectir que o nosso corpo é meramente um meio transporte nesta vida em que o que realmente conta é a nossa essência. 
A modelo do lado esquerdo, por exemplo, chama-se Mary Dague uma veterana de guerra que devido a uma explosão no Iraque sofreu ferimentos graves levando à amputação dos braços.

Estas situações deixam-me estupefacta, sobretudo, quando vivemos num mundo que grita aos quatro ventos liberdade e igualdade para todos. Qual é o problema destas fotos? Admira-me então como é que o facebook e outras redes sociais admitem crianças como utilizadores. E admira-me ainda mais que não detectem os perfis falsos utilizados pelos pedófilos. E isto é apenas a ponta do Icebergue. 

Está mais do que na altura de reflectir sobre aquilo que consideramos certo ou errado, porque branco mais branco não há e o que é certo é que existem muitas outras cores por explorar. Como já referi mais do que uma vez, preocupem-se e critiquem coisas que valem a pena e deixem quem trabalha e quem luta em paz.




Tenham um bom fim-de-semana e sejam felizes


Alexandra


4 comentários:

  1. Falsos pudicos, é o que me parecem :P qual o problema com estas imagens? Já vi coisas piores... enfim.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O mal não reside nas fotografias, mas sim na mente de quem as vê!

      Eliminar
  2. Uma falsa liberdade ,somo sim certamente controlados cada vez mais neste mundo louco ,beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sabes Emanuel, sei que não vou mudar o mundo e não me importo de perder pessoas pelo caminho devido à minha frontalidade/assertiva... já engoli muitos sapos, já chega. Por tudo isso e mais algumas coisas pelo caminho, não me interessa o mundo. Esse fica para os loucos que nele habitam. Quanto ao controlo, cabe a cada um de nós quebrar as algemas.

      Beijinhos!

      Eliminar

Façam do meu espaço o vosso espaço, ousem comentar... eu ousarei responder! :)