segunda-feira, 20 de junho de 2016

*A vida flui quando abrimos os olhos para ela*












Ao saber aquilo que se quer não se aceitam sacrifícios, não se aceitam migalhas. Vive-se em harmonia, descartando-se a toxicidade de relacionamentos empobrecidos. A vida flui e vemos exactamente aquilo que ela é sem filtros de terceiros. Não há redes, não se grita por nomes com lágrimas nos olhos porque esses mesmos nomes estarão sempre por perto!
Não se perca em nome de algo que é e sempre será apenas uma ilusão. Liberte-se das neuroses do destino, porque elas são isso mesmo neuroses que cegam o resultado final da equação.








Alexandra

1 comentário:

Façam do meu espaço o vosso espaço, ousem comentar... eu ousarei responder! :)