quarta-feira, 14 de setembro de 2016

*Embarca*











Embarca nesta barca de amor forasteiro
não faças de mim teu alvo certeiro
enquanto me liberto do manto negro em segredo.
Embarca nesta barca de amor forasteiro
conta-me na alvorada um simples segredo
enquanto em lábios teus selo amor meu.





Alexandra

terça-feira, 13 de setembro de 2016

* Vidas *








Por mais dolorosa que seja uma perda, fechar as portas do coração ao mundo é o pior dos erros a cometer. E perder, não se perdem apenas amores, perdem-se vidas que poderiam ser preenchidas e acabam vazias. 
Sabemos o que nos faz bem e aquilo que nos faz mal mas, verdade seja dita, há caminhos mais fáceis que outros e a facilidade é e sempre será atractiva. O verdadeiro sentido da consciência não berra, fala baixinho para não assustar a alma que batalha todos os dias por ter um dia melhor. 
Perseverança e disciplina, duas palavras básicas para o viver básico, aquele viver que faz toda a diferença e que não faz doer.

É a letargia que nos mata, não é a morte!




Alexandra